Viajante que se surpreende com as paisagens novas (William José Macedo Kowalski Jr)

Mamãe Desirée, meu pai William, chego até esse local bacana e de tanta tranquilidade só.

Quem vem comigo é a vovó Maria Teresa, que é minha companheira e que me assiste.

Estou melhorando, dia a dia, e hoje aqui mãe parece que encontrei um estalo melhor nos meus pensamentos e estou conseguindo ver as coisas de forma melhor, olha esse sono, assim chamo, que nos leva para uma instância, é como se alguém, no mar, sai de um mergulho rápido e se colocar a respirar acima, encontrando consigo mesmo. É assim que tento explicar esse processo que o tumor cerebral inoperável me conduziu e me levou.

Eu estava no mergulho de um corpo e passei eu mesmo a respirar acima, sendo eu mesmo. Acordei naquele sufoco de um sono pesado para receber ajuda e passar a pensar no que havia ocorrido naquilo que o filho denomina como choque de realidade.

A gente sabia que o que estava acontecendo em minha vida tinha o seu tempo certo, lutamos para caramba, vocês foram demais, puxa vida, que família eu sempre tive, o apoiaço da família, meus irmãos, a Natália, o Bernardo, eu só posso agradecer.

Parei para pensar que somos tão frágeis, não é? Veja o corpão do filho, a fortaleza, mas um negocinho no cérebro foi fatal.

Mãe, ainda estou descobrindo as coisas, mas vejo gente boa do meu lado.

Não vou desanimar e ver tudo de uma outra forma.

Espero, pai William, que você seja só sucesso em seus negócios. Continuarei sendo ao seu lado o seu parceiro aqui.

Ainda me sinto como um viajante que se surpreende com as paisagens novas.

Não se preocupem por favor comigo. Acalme mamãe e durma bem, e se acordar que não seja naquela angústia de saber que ao levantar não me encontrará ao seu lado de carne e osso.

Recebo seus beijos com a mesma ternura que você me envia.

Levantem a cabeça lá em casa. Conto com vocês, vocês sempre me pediam ser forte como os próprios músculos. Peço que não se retraiam como se nada mais tivesse sentido, ok?

O filho com saudades e bem, Willian.

WILLIAM JOSÉ MACEDO KOWALSKI JR (25/09/2015, 28 anos)

Mensagem psicografada na Associação Beneficente Espírita Caminheiros do Bem, em Curitiba, no dia 29 de maio de 2016, pelo médium Orlando Noronha Carneiro.

Publicado em Destaques, Psicografias