Vamos Caminhar de Forma Diferente (Jean Jeferson Ribeiro)

Jean

Jean

Minha irmã Emanuelle e Marcos, estou aqui com a alegria dessa oportunidade.

Não poderia vir só, vim com meu avô Noel, e com a ansiedade de ajudar a mamãe Ana onde entendo porque ela não quis vir.

Não entraria em detalhes da agressividade que me fizeram até porque eu fui aprendendo a esquecer do passado e prezar e viver o presente. Consegui pensar assim aos poucos com a ajuda de pessoas que se compadeceram de mim. Contei com a compreensão de tanta gente que souberam me ajudar sem colocar dedos apontando para minha fragilidade.

A droga é realmente uma droga e é um mundo terrível mesmo.

Fico vibrando de vitória por ver você mamãe Ana superando a fragilidade que eu estive envolvido. Não pense mãe em desistir de viver e lutar, eu lhe peço que não se entregue ao desânimo e à tristeza.

O Bom Retiro te fez bem e contou com o auxílio da família que soube entender a sua fragilidade.

Mãe, não deixe a casa cair e vamos caminhar de forma diferente. Olha aí a família ao seu lado…

Eu peço desculpas por ter trazido alguma dor.

O Noel me ensina a ver para a frente. É o que eu faço.

O autor do crime estará sob uma lei maior, que é aquela que hoje acima de tudo que é a lei de Deus.

Marcos, mana, Gabriel, legal vocês aqui. Leve esse presente para a mãe.

Deixando um abraço carinhoso a vocês…

JEAN JEFERSON RIBEIRO (29/03/2008, 15 anos)

Mensagem psicografada nas Faculdades Integradas Espírita, organizada pelo Centro Espírita Bom Samaritano, em Curitiba, no dia 15 de dezembro de 2013, pelo médium Orlando Noronha Carneiro.

Publicado em Psicografias