Se Jesus voltou, porque não permitiria que voltássemos? (Robson de Oliveira)

Robinho

Robinho

Minha querida mãezinha Rosângela e meu pai José Roberto.

Se posso pedir a Deus que me auxilie na escrita para tirar de vocês toda esta angústia que chega ate mim.

Ver tanta tristeza em casa ver vocês se entregando na dor me atinge e me faz chorar.

Mas eu entendo vocês.

Mãe eu vim ate aqui com você, desde que você saiu de santa Isabel e vim pra te proteger, e lhe dizer que você me encontraria aqui…

Estou com você desde a hora que você botou o pé na calçada na frente desta casa que fala de Deus de Jesus e de nossa senhora mãe de Jesus, mãe de todos nós.

Peço por mim que você volte a viver e não fique se contorcendo com raiva do motorista do ônibus.

Sabe mãe você sabe do nosso amor e que não viro aqui para perder o meu tempo…

Eu não viria aqui para perder. Você me conheceu e sabe da minha fé…

Explicaram-me do acidente, pois eu quis saber o que aconteceu.

Mae, Pai não tenham raiva do motorista do ônibus… Ele não quis me matar, não foi a intenção dele… Eu fico pensando oque deve passar na cabeça dele também que pelo que sei e você pode confirmar ele estava iniciando no trabalho, eu imagino a responsa dele, e agitação de quem inicia.

Mae o acidente não me matou para sempre, pois sei você pai e Talita minha irmã, vão me reconhecer nestas páginas…

A gente sempre colocou a fé em Deus.

Eu não dei este testemunho, ao tentar mia vida com fé, devotando a nossa senhora mãe de Jesus.

Mae e papai José Roberto se não fosse para eu estar com a moto onde estava eu teria um pneu furado, ou atraso inesperado no serviço.

Eu estava saindo de meu trabalho.

Alguém poderia ter me chamado, e eu ter ficado mais no trabalho porque você me conhece, pois sabe de cada segundo de nossas vidas e naquele segundo deus permitiu que estivesse ali para passar pela prova que eu precisava passar, ate para vê aonde esta a nossa fé…

Respeito ver o eu quarto intacto, mais gostaria que minhas roupas na medida certa fossem dada para alguém que esta precisando…

Que respeite mais o jeito do meu papai José Roberto em dedicar-se mais no trabalho para tentar esquecer a própria dor…

Eu quero agradecer a todos os nossos queridos moradores de santa Isabel por terem ido se despedir mim eu não merecia tanto…

Eu não sabia que me amavam tanto.

Eu peço ao povo de santa Isabel que absolvam de coração o motorista, porque ele não teve a intensão de me matar.

Eu peço que vocês façam isso por mim…

Obrigado por me encontrarem na foto.

Sinto seu beijo mamãe nas minhas fotos, se Jesus viesse ate mim e me permitisse pedir algo eu a ele diria.

Jesus eu queria que você fizesse cócegas na mamãe para ela voltar sorrir de novo…

Beijo na Patrícia que você meu amor tenha força para seguir.

Agradeço cada ramalhete que colocaram em meu túmulo…

E sinal também de amor.

Mãe perdoa pra mim.

Jesus não os perdoou?

A nossa Igreja, nossos amigos oram por nos e vivem a fé santa.

Se Jesus voltou, porque não permitiria que voltássemos se ele nos ama tanto?

Eu choro agora pedindo a Jesus que você volte a viver mamãe.

Não pense em morrer, pois você continua sendo a minha confidente. e isto ninguém tira de nós…

Deus vai lhe ajudar a olhar o motorista de frente. Pode ter certeza que este milagre acontecera.

Do seu filho Robinho

Robson de Oliveira

Mensagem recebida pelo médium Orlando Noronha Carneiro, no Centro Espírita Casa do Auxílio, São Paulo, SP, em 22/07/2012.

Publicado em Psicografias

Deixe uma resposta