Psicografia: Siga em frente, eu entrego a você o meu coração (Beatriz)

Querida mãezinha Elaine, mamãe minha vida…

Estou com o vovô Osvaldo, com a alegria incontida do reencontro.

Mamãe a tempestade já passou em nossas vidas, eu não consegui controlar as lágrimas ao vê-la nessa casa de luz que nos recebe.

Chorei pela gratidão aos amigos que nos ajudam a não cair no desespero pela saudade infinita que canta em nosso coração, não chore tanto assim trazendo a foto que me lembra os seus lábios…

Ninguém poderá se eximir da saudade.

Tudo tá certo mamãe, não nos adianta procurar os meios para procurar os meios para explicar o que poderia não ser como foi o acidente.

Soube que você teve complicações, complicados ferimentos e que o Cleomar também não havia resistido aos ferimentos.

Acordei mamãe nos braços dos amigos dedicados e prestativos daqui que me ajudaram a refazer as condições interiores e exteriores em outro plano que se desenhava em meus olhos…Plano tão real e verdadeiro que sinto pulsar meu coração.

Eu já tive oportunidade de escutá-la com amigos dizendo que eu era mais que uma filha, que tudo em minha vida realizei com responsabilidade.

Não diminua mamãe o seu coração de mãe dedicado que se fez. Agora qual é a mãe e filha, e de filha para mãe que não troca choques de opiniões?

Começo a compreender mãe o porquê eu corria tanto com as coisas querendo rapidamente definir as coisas em minha vida. Aquele ar de independência não era não prepotência ou outra coisa, era meu ser mais profundo acelerando o carro da vida para tentar fazer o máximo no pouco tempo que teria.

Esta posição que lhe trago peço sua posição com a Larissa e a Letícia, minhas irmãs. Quero matar um pouco da saudade me entregando como se fosse música reportando as minhas irmãs daqui dizendo: Lá, Lê, Lá, Lê, minhas queridas e precisas irmãs.

Deixo mamãe nessas páginas casa espaço do meu coração.

Não, não mamãe, não se entregue, por favor, quero vê-la de pé junto com a Lá e a Lê, até que um dia iremos nos reencontrar.

Entendo a sua posição diante do Cleomar, as mágoas que governam seus sentimentos, mas mamãe não cultive as mágoas, ela é doença sorrateira que se instala em nosso corpo.

Aqui estou tentando ajudar o Cleomar para sair da tristeza que ele sente pelo que aconteceu e pelo que sabe que você ficou sabendo.

Dia desses ele me disse em lágrimas: “Bia, será que sua mãe me perdoará?”.

Mãe quem não terá suas fragilidades? Espero que você se entenda no trato de suas novas esperanças no coração, pois quem ama quer a felicidade do outro mesmo sendo do jeito que nós não consigamos entender e compreender.

Espero vê-la com mais sorriso ao beijar minha foto.

Siga em frente, eu entrego a você o meu coração.

BEATRIZ FAGUNDEZ

Mensagem psicografada no Centro Espírita Recanto da Prece, em Curitiba, no dia 26 de fevereiro de 2012, pelo médium Orlando Noronha Carneiro¬

 

Querida mãezinha Elaine, mamãe minha vida…
Estou com o vovô Osvaldo, com a alegria incontida do reencontro.
Mamãe a tempestade já passou em nossas vidas, eu não consegui controlar as lágrimas ao vê-la nessa casa de luz que nos recebe.
Chorei pela gratidão aos amigos que nos ajudam a não cair no desespero pela saudade infinita que canta em nosso coração, não chore tanto assim trazendo a foto que me lembra os seus lábios…
Ninguém poderá se eximir da saudade.
Tudo tá certo mamãe, não nos adianta procurar os meios para procurar os meios para explicar o que poderia não ser como foi o acidente.
Soube que você teve complicações, complicados ferimentos e que o Cleomar também não havia resistido aos ferimentos.
Acordei mamãe nos braços dos amigos dedicados e prestativos daqui que me ajudaram a refazer as condições interiores e exteriores em outro plano que se desenhava em meus olhos…Plano tão real e verdadeiro que sinto pulsar meu coração.
Eu já tive oportunidade de escutá-la com amigos dizendo que eu era mais que uma filha, que tudo em minha vida realizei com responsabilidade.
Não diminua mamãe o seu coração de mãe dedicado que se fez. Agora qual é a mãe e filha, e de filha para mãe que não troca choques de opiniões?
Começo a compreender mãe o porquê eu corria tanto com as coisas querendo rapidamente definir as coisas em minha vida. Aquele ar de independência não era não prepotência ou outra coisa, era meu ser mais profundo acelerando o carro da vida para tentar fazer o máximo no pouco tempo que teria.
Esta posição que lhe trago peço sua posição com a Larissa e a Letícia, minhas irmãs. Quero matar um pouco da saudade me entregando como se fosse música reportando as minhas irmãs daqui dizendo: Lá, Lê, Lá, Lê, minhas queridas e precisas irmãs.
Deixo mamãe nessas páginas casa espaço do meu coração.
Não, não mamãe, não se entregue, por favor, quero vê-la de pé junto com a Lá e a Lê, até que um dia iremos nos reencontrar.
Entendo a sua posição diante do Cleomar, as mágoas que governam seus sentimentos, mas mamãe não cultive as mágoas, ela é doença sorrateira que se instala em nosso corpo.
Aqui estou tentando ajudar o Cleomar para sair da tristeza que ele sente pelo que aconteceu e pelo que sabe que você ficou sabendo.
Dia desses ele me disse em lágrimas: “Bia, será que sua mãe me perdoará?”.
Mãe quem não terá suas fragilidades? Espero que você se entenda no trato de suas novas esperanças no coração, pois quem ama quer a felicidade do outro mesmo sendo do jeito que nós não consigamos entender e compreender.
Espero vê-la com mais sorriso ao beijar minha foto.
Siga em frente, eu entrego a você o meu coração.

BEATRIZ FAGUNDEZ
Mensagem psicografada no Centro Espírita Recanto da Prece, em Curitiba, no dia 26 de fevereiro de 2012, pelo médium Orlando Noronha Carneiro¬

Posted in Psicografias

Deixe uma resposta

Psicografias

Prezados Amigos,

Com alegria informamos da psicografia, como sempre sobre as bênçãos de Jesus, na divulgação da Doutrina Espírita codificada por Allan Kardec à luz do Evangelho de Jesus.

Calendário atualizado em todos os locais. (aqui).

Senhas da Psicografia

Em geral, convidamos a todos que busquem, se for de sua vontade, uma Casa Espírita, orientada conforme os preceitos de Jesus e Kardec, e de fácil acesso, com o objetivo de conhecerem a Doutrina Espírita em seus estudos e cursos especializados.

Fraternalmente,
EQUIPE PORTAS DO AMOR