Psicografia: O PAPAI VEIO NO TEMPO CERTO (José Aleixo Neto)

O PAPAI VEIO NO TEMPO CERTO

Minha querida filha Luciene, filha minha.

Venho ao seu encontro para sossegar seu peito aflito como se fosse um barco à deriva no mar, sem uma ancora que permitisse fincar para sustentar o barco.

O papai não se faz ausente como você pensa imaginar. Por mim não se entregue ao desespero, nem dê ouvidos para quaisquer insinuações de pessimismo.

Entenda filha, que o papai veio no tempo certo, e o coração não suportou os seus desgastes. Não pense que a vida foi ingrata conosco, e levando assim de uma hora para outra.

Eu sei bem o que você está sentindo. Busca Deus minha filha, como eu fiz quando me vi longe de você. Foi nele que me apoiei, foi nele que encontrei sustentação.

Pense nisso como lhe estou dizendo, mas em uma entrega consciente e não só por fé mística.

Aprendi a me virar por aqui, e as circunstâncias me ensinaram a descobrir caminhos verdadeiros.

Você não deixe seu tratamento médico, mas pense nas alegrias que estamos recebendo hoje aqui.

Nós precisamos, filha, alimentar mais nosso coração e alma, e não vamos encontrar em distrações que passam, mas no apoio que recebemos de aceitar a vida como está, com resignação, sem deixar pensar que a vida não tem sentido de ser.

Abrace por mim o Marcos Vinícius, o netinho querido, e que a Luciana beije por mim a Laís com recomendações à mamãe Derlene.

Fico mais tranquilo de vê-la aqui com carinho de pessoas que lhe acolheram e a minha gratidão é enorme.

Mude seus pensamentos para que você não se sinta em um labirinto sem soluções para seu problema, como se você estivesse no interior de um buraco negro. Seu caso tem solução sim, pois existe uma coisa que também aprendi e senti aqui – a oportunidade de recomeçar e refazer.

Você me proporcionará muita alegria ao ver lutando para seu reequilíbrio. Faça isso por mim. Tenha mais esperança e faça eu sentir o bem, no bem que você irá sentir e conquistar dia a dia.

Sou auxiliado na escrita, tamanha a emoção de revê-la mais uma vez.

Você tem muita poeira para pisar pela estrada, pense na sua família, no seu pai, com saudade e tão perto de você, vai que dá.

JOSÉ ALEIXO NETO (05/05/2008, 62 anos)

Mensagem psicografada pelo médium Orlando Noronha Carneiro, dia 28 de novembro de 2010, no Grupo Espírita de Caridade Meimei, em Curitiba.
Publicado em Psicografias

Deixe uma resposta