Psicografia: NO PERGAMINHO DA TERRA (Roberto Silveira)

A dissertação do Evangelista João é clara: Jesus, porém, abaixando-se, entrou a escrever na terra com o dedo…

É o único registro pessoal do Mestre de Nazaré que se tem notícia no palco sublime da Palestina.

A ação do Mestre de Nazaré foi devido à inquirição dos doutores diante da mulher pega em adultério.

Não há nos Evangelhos expressão tão impactante na consciência dos homens quanto à resposta do Mestre: Atirai a primeira pedra aquele que estiver sem pecado.

E hoje, na vida de relação, não há prescrição divina mais consentânea a nossa realidade e necessidade moral.

Quem atirou a primeira pedra?

Quem arvorou a tamanha decisão de apedrejar?

Absolutamente ninguém!

Pois todas consciências estavam enodoadas pela culpa e por algum deslize.

Ele tornou-se o advogado pleno da justiça extensa do Pai Misericordioso.

Olhemos para dentro de nós!

E saibamos perdoar sempre que a ocasião assim nos conclame.

Sem perdão não há paz!

Lembremos do pergaminho da natureza, onde o Mestre de Nazaré explicitou a medicação que carecemos tomar nas lides do dia a dia.

Um dia não teremos pedras nas mãos para atacar a ninguém, pois saberemos agir em nosso dia a dia como o Mestre sempre o fez, compreendendo, tolerando e perdoando sem condições.

ROBERTO SILVEIRA

 (Página psicografada pelo médium Orlando Noronha Carneiro, no Grupo Espírita de Caridade Meimei, no dia 21/08/2011, Curitiba – Paraná)

Publicado em Psicografias

Deixe uma resposta