Psicografia: NÃO ACREDITEM EM SILENCIO QUE NÃO EXISTE (Luís Fernando)

Luís Fernando

Luís Fernando

Querida mãezinha Kátia e querido papai Carlos…

Jesus nos abençoe, ele que é todo poder e todo o amor para conosco.

Não sumi não, às vezes as circunstâncias não se ligam de tal forma que as notícias possam chegar.

Não existe silêncio para os que se amam, a vida é tão dinâmica que o tempo que consideramos psicologicamente não nos permitem relaxar e parar.

Os que estacionam não são felizes, estão se enganando.

Aprendi a não lamentar, a não olhar para trás e querer se auto- explicar. Em nossa vida temos que aprender as lições do perdão, mas não esquecer de exercer o autoperdão. Quando trabalhamos nessa vertente temos mais paz na consciência.

Vibro muito pela paz do André para que ele se encontre consigo,  vibro muito pela Larissa para o que está à sua volta a complete, como eu sei que vocês vibram para que eu fique bem…

Passado, assunto encerrado, não por omissão, mas por conscientização do que se deva aprender com as ações cometidas.

Não seria inconveniente a lhes pedir que não sofram mais.

Pai e mãe e pai são distritos de Deus que filho algum tem competência para compreender.

Eu já chorei muito com toda a saudade que vem como uma baforada do coração, mas não me vem faltando auxílio e proteção.

O vovô Manoel, o vovô Fernando e o bisa Victorino não me faltam com suas palavras de apoio cooperando com meu bem-estar.

Então meus pais, fiquem tranquilos quanto à mim, não acreditem em silencio que não existe, o coração é agora o nosso poder auditivo, beleza?

Vão em paz!

O filho melhor a cada dia, Luís Fernando.

LUÍS FERNANDO CARRÉRA FERNANDES DOS SANTOS

23.11.1982 – 02.11.2008 – 25 anos

Mensagem psicografada pelo médium Orlando Noronha Carneiro, dia 20 de novembro de 2011, no Grupo Espírita de Caridade Meimei, em Curitiba

Publicado em Destaques, Psicografias

Deixe uma resposta