Psicografia: EU SÓ QUERIA QUE VOCÊ, MINHA DIRCE, SOUBESSE QUE NÃO ME PERDI NAS ESTRELAS E TE ESQUECI (Alexandre)

Querida Dirce…

As palavras nessa manhã são bem rápidas, mas nosso amor clama por simples considerações, pois o amor é mais que o uso de palavras.

O amor é o que sentimos, mesmo em condições diferentes de vibrações.

Eu só queria que você, minha Dirce, soubesse que não me perdi nas estrelas e te esqueci, mas você sabe que as atribuições aqui surgem e são irresistíveis, e me solicitam trabalho e aprender.

Eu com isso me vejo afeto em responsabilidades, assim penso que você também seguem em seus compromissos com meu total apoio.

A carência de notícias palpáveis não significa minha ausência total, mas apenas a trégua que as forcas das circunstancias me imponham.

E saindo do tom coloquial como seu eu estivesse lhe conquistando quando de nosso iniciante encontro vou me vestir de mim mesmo para lhe dizer que continuo na mesma alegria de viver e que aqui não significa proibir sorrir, pois é de teoria que morto não sorri…

Ao ver muitas vezes nosso Abelha aqui vejo-me na gargalhada, pois o moço não é fácil com a sua ternura e amor para com as pessoas.

Dirce, meu amor, dito e não dito, e sem mais enrolação, está difícil viver aqui sem você. Mas vou indo, a saudade é grande.

Fica com Deus, a saudade é grande.

ALEXANDRE SARNACKI

Mensagem psicografada pelo médium Orlando Noronha Carneiro, dia 17 de julho de 2011,
no Grupo Espírita de Caridade Meimei, em Curitiba.

Publicado em Psicografias

Deixe uma resposta