Psicografia: ESTOU BEM NAS PROPORÇÕES DE MINHA CONFIANÇA PERANTE A VIDA (Lucas Fagundes)

Lucas

Lucas

Mãezinha, Lydia minha irmã, Deus nos ajude sempre.

Mamãe, que bom você não desistiu de me buscar nas notícias e cartas.

Não é simples estar aqui, nem tão simples associar a mente do médium que me interpreta.

Não tenho condições de explicar o porquê das dificuldades, mas é um mecanismo difícil para mim de descrever. E para que isso aconteça precisei de um tempo para estabelecer a sintonia melhor para as notícias para que seja eu mesmo nas notícias.

Eu preciso de sua coragem e de sua força em viver, para que eu não me sinta triste aqui.

Mamãe, não estava correndo com a moto, junto com o amigo na rabeira da moto. Quando desci o viaduto a chuva descia sem porém ser agressiva, mas os pingos esparsos se faziam o que me acenou com a possibilidade de estar bem atento.

Não sei o que estava na pista, e o vovô Júlio me diz que era uma poça de óleo que ao ter o contato com o pneu da moto produziu o deslize sem que eu pudesse controlar a moto e assim vi que fui jogado para a mureta.

Então penso mamãe para o seu raciocínio, quantos passaram pelo mesmo local e nada lhes aconteceu.

Estou pedindo para que raciocine, pois o vovô Júlio me ajudou a raciocinar também, porque quando tive consciência de que me encontrava vivo em outro plano de vida, na mesma vida, perguntei o porquê de ter acontecido comigo o acidente, e o vovô me ajudou a pensar ao dizer-me que deveria aprender a refletir, que nada ocorre por acaso, e de que a vida se constitui de instrumentos externos valendo-se de recursos a cooperar com nossas provas necessárias.

Estava no local certo no momento certo, sendo que só estava em minha programação separar do corpo e surgir vivo em outra esfera, sendo que o amigo na rabeira não estava na programação.

Os amigos pedem que vocês estudem mais o tema da reencarnação, que eu próprio estou tendo ciência e contato para entender a justiça de Deus.

Eu não abusei da velocidade e não acelerei a minha vinda por aqui.

Mamãe, eu deixo um abraço ao Gabriel, é isso tudo que eu consigo esclarecer para que seu coração não se entregue ao desânimo.

O que você precisa saber é que estou bem nas proporções de minha confiança perante a vida.

Sinta o meu abraço mamãe, digo a você que valeu a pena todo o tempo que estivemos juntos, porque sou o filho que sente o seu amor para comigo.

Seu filho sempre grato…

LUCAS FAGUNDES

Mensagem psicografada pelo médium Orlando Noronha Carneiro, dia 17 de julho de 2011, no Grupo Espírita de Caridade Meimei, em Curitiba.

Posted in Psicografias

Deixe uma resposta

Psicografias

Prezados Amigos,

Com alegria informamos da psicografia, como sempre sobre as bênçãos de Jesus, na divulgação da Doutrina Espírita codificada por Allan Kardec à luz do Evangelho de Jesus.

Calendário atualizado em todos os locais. (aqui).

Senhas da Psicografia

Em geral, convidamos a todos que busquem, se for de sua vontade, uma Casa Espírita, orientada conforme os preceitos de Jesus e Kardec, e de fácil acesso, com o objetivo de conhecerem a Doutrina Espírita em seus estudos e cursos especializados.

Fraternalmente,
EQUIPE PORTAS DO AMOR