Psicografia: DEVERIA ACONTECER COMO ACONTECEU (João Henrique Lemos Pedroso)

Querida mãezinha Márcia, querido papai Moacyr, Caroline e Catherine, Deus e Jesus nos conserve em sua serena paz.

Papai e mamãe não sofram assim, vamos agradecer os doze anos juntos.

Eu não iria ter muito tempo com vocês, não passaria dos três anos.

Trago notícias que recebi para reconfortar seus corações.

Eu ainda chego aqui como filho eternamente agradecido pelo que vocês representaram e representam em minha vida.

Deus foi bom para nós porque permitiu que ficasse mais nove anos na alegria em que vivíamos.

O problema cardíaco teria o tempo máximo para não complicar a ponto de me trazer antes.

Vocês sempre estiveram ao meu lado em todo os instantes, estiveram atentos aos médicos, e saibam, eles fizeram o máximo por mim e creiam, até mais do que merecíamos, essa é uma verdade que não poderíamos esquecer.

Aquele dia em que Deus me convidaria a alçar voo deveria acontecer como aconteceu, eu e ele.

Não fiquem mais mastigando de que vocês não estavam ao meu lado e que parti sozinho, eu precisava vir e o tempo limite já tinha sido atingido.

Sou eu papai amigo que estou aqui e que sempre estive ao seu lado.

Ajudem-me com a força de suas compreensões, estou bem encaminhado.

Mãe, não esqueça do meu lugar na mesa no Natal, não precisa de prato, mas um copo com uma flor…

Não sinto maiores problemas, ainda passo por alguns tratamentos, mas sem as complicações que tinha.

Sou o filho em recuperação melhores a cada dia.

Beijo à Carol e à Catarine.

O filho e primo em seus corações.

JOÃO HENRIQUE LEMOS PEDROSO (05/10/2011, 12 anos)

Mensagem psicografada no Centro Espírita Recanto da Prece, em Curitiba, no dia 18 de dezembro de 2011, pelo médium Orlando Noronha Carneiro.

Publicado em Psicografias

Deixe uma resposta