Psicografia: DE FRENTE COM A OUTRA REALIDADE DA VIDA (Douglas Erick de Souza)

DE FRENTE COM A OUTRA REALIDADE DA VIDA

Querida mãezinha Ester, Dalmo, peçamos que Deus nos ajude nas notícias dessa manhã que nos reencontramos.

Quem me traz aqui é o Papai Hélio, sim ele, o providencial apoio dos primeiros momentos por aqui.

Eu chorei de felicidade de vê-la aqui na ansiedade de receber notícias minhas.

O acidente ocorrido tão inesperado colocou-me de frente com a outra realidade da vida.

Estávamos executando nossos procedimentos na empresa, quando ouvi um barulho enorme e de forma rápida como a velocidade da luz um fogo imenso nos atingiu, e o contato foi tão forte que caí tombado inconsciente sem qualquer possibilidade de reação.

Fui saber aqui que os outros amigos, como eu, não resistiram aos ferimentos, e também pegaram passaporte para o lado de cá. Já pude visita-los e trocarmos nossas experiências.

Foi o papai Hélio que me disse que uma caldeira explodiu. Fiquei imaginando a correria da Cipa[1], as investigações necessárias, foi realmente um acidente.

Penso que as empresas a cada dia buscam perfeição em seus processos, na execução de suas tarefas.

Sabemos que não houve qualquer intencionalidade no ocorrido.

Mamãe! Quero deixar à Valdirene e à Jeniffer meu grande abraço de saudade, e dizer principalmente de você que estive na noite de Natal bem no interior de seu coração.

Você sabe que você é minha fortaleza, e esteve sempre ao meu lado, ainda mais com o ocorrido com o papai.

Fica a gratidão do filho que lhe pede sempre a coragem.

Obrigado mamãe, por ter me ensinado o caminho do bem desde cedo.

O filho com o coração apertado, mas com você sempre.

DOUGLAS ERICK DE SOUZA (19/04/2007, 19 anos)

Mensagem psicografada pelo médium Orlando Noronha Carneiro, dia 20 de fevereiro de 2011, no Grupo Espírita de Caridade Meimei, em Curitiba.

[1] Cipa: Comissão Interna de Prevenção de Acidentes
Publicado em Psicografias

Deixe uma resposta