Outro design em sua vida (Manuela Ribas)

Manuela RibasQuerida mãezinha Valéria, querido pai, meu pai conosco sempre Marcelo, meus grandes exemplos de vida. Minha irmã Juliana, extenso à minha irmã Carolina.

Como iniciar essa carta, se meu coração pulsa de saudade e emoção?

Mãe, Ju, a vida para mim resume em encontros com novas estradas. Cada estrada com suas curvas, cada estrada com subidas e descidas. E assim é, porque hoje mais do que nunca, que jamais fugiremos do aprendizado que precisamos, e todos nós temos as provas certeiras, com o propósito de nos auxiliar em nossos progresso.

Muitas vezes aqui me vi como uma borboleta voando e voando, mas aos poucos me dei conta que a vida se desenha até nós com o que os nossos olhos de verdade devem deslumbrar.

Como toda a observação do mundo estou aqui com aquele sentimento sereno, mãe, e sem tantas aflições, que já também cheguei à conclusão de que não adianta ficar me perguntando dos porquês.

Não me arrependo de nada do que fiz, em decisão de estudar fora do país e conquistar novos valores lá fora.

Não se trata do bacana, se é chique, mas se tratava de novas experiências com proveito, e aí é aquilo, a vida não é só os nossos comandos, ela, vida, dá seus comandos à nossa revelia, e fatal, a meningite estava aí no comando da vida, e aí tão rápido, que sequer podemos dizer o porquê.

Mãe, hoje consegui vir com o melhor de mim, desculpe se meio complicada no assunto, mas não é que sua filha está atordoada não, é que sua filha quer fazer um outro design em sua vida, porque aqui tudo é beleza, e novas fontes de vida e cores.

Quero de coração ver vocês em cima, lá em casa, a construção de felicidade conjunta.

Termino essa minha carta dizendo que aprendi também que Jesus não é um mito. Jesus não é uma personagem da história. Aprendi que Jesus é o nosso grande e verdadeiro caminho, e que tem tanta misericórdia para com as nossas bobices. Manuela Ribas

Sabe o que é mais maravilhoso em Jesus? É que ele continua nos amando com toda a intensidade, mesmo que a gente esteja esquecendo ele.

Você é batalhadora mãe, e mesmo no meu jeito você é para nós o grande exemplo. O que mais amamos em você, eu, Ju, Carol, é que você é amiga, e quando uma mãe é amiga e mãe, mãe e amiga, essa criatura é completa, é o perfeito equilíbrio.

Com carinho, Manu.

MANUELA RIBAS (25/12/2013, 20 anos)

Mensagem psicografada na Associação Beneficente Espírita Caminheiros do Bem, em Curitiba, no dia 20 de dezembro de 2015, pelo médium Orlando Noronha Carneiro.


Manuela era estudante de Design Gráfico na UFPR, era bolsista do programa Ciência sem Fronteiras pela Universidade Federal do Paraná (UFPR) e estava fazendo um curso de restauração de quadros no Politécnico di Torino, na Itália. Ela havia ido para Paris para passar o natal com o namorado e com os pais, quando foi diagnosticada com meningite e veio a falecer no mesmo dia em que foi internada.

Abaixo um trabalho de faculdade de Manuela publicado em sua página no Youtube:

Abaixo as páginas de Internet mantidas pela Manuela com alguns de seus trabalhos:

https://www.behance.net/manuelaribas

https://manuelaribas.wordpress.com/

Publicado em Destaques, Psicografias