Outro Andar da Vida (Rosa Filomena Coelho)

Moacir meu Filho, a sua irmã, minha filha Maria aparecida me concedeu a oportunidade de lhe trazer notícias e venho com a ajuda de seu coração carinhoso que me seguram na mão para poder escrever.

Sem o apoio destes, não me seria possível o recado breve que trago, mas que me esforço para conseguir.

A sua Irmã Maria Aparecida está muito bem Moacir, fique tranqüilo, e a mamãe está recuperando a memória aos poucos, vencendo o Alzhaimer que me impediu uma qualidade de vida no final da existência.

O que me traz aqui acima de tudo é para que você tenha toda a força para continuar ajudando o papai Norberto.

Como eu o papai será grato pela sua dedicação de enfermeiro que usa a paciência com naturalidade.

Filho, tenho orgulho de você e sei o quanto o seu coração é especial, daqui vejo melhor como você se dedica e o quanto sabe olhar o outro.

A Maria Aparecida está comigo e o Odair não pode vir.

Escrevo com a ajuda de sua irmã e os amigos que conheci aqui.

Abrace o papai em meu nome com todo esse seu jeito especial do seu amor.

As suas mãos são uma benção, desculpe se preciso parar, mas o recado é dado com o apoio da mãe que não morreu, mas que se encontra em outro andar da vida.

Sua mãe com a minha benção de sempre.

Rosa Filomena Coelho

Mensagem psicografada no Centro Espírita Bezerra de Menezes em Palhoça, SC, pelo médium Orlando Noronha Carneiro, em 24/02/2013.

Publicado em Psicografias