Não Há Injustiça De Deus Em Nossa Vida (Felipe Testa)

Felipe Testa

Felipe Testa

Querida mamãe Lisiane, querido papai Luciano, meu eterno irmão Leo, as bênçãos de Deus sempre nos sustentem com a esperança de dias sempre melhores.

O Lucas vai bem mamãe e lhe agradece a oportunidade de recebê-lo, mesmo que por pouco tempo, como assim teria que acontecer nas experiências que nós deveríamos passar.

Mãe, acima dos benfeitores espirituais que também nos assistem temos os ilumina

dos espíritos que dos planos mais altos velam por nossa evolução.

Não se preocupe, é o seu filho que hoje teve que vestir uma roupa de estudante para falar de assunto delicado e sério.

O fato de não se mencionar as possibilidades do Lucas se deve à não permissão das esferas, e também para sua tranquilidade. O Lucas agora passa por uma transformação lenta, mas bem dinâmica, para assumir as suas reais condições quanto de antes de vir a se ligar a você no ventre, acima de tudo ele sempre será meu irmão que necessitou passar por essa provação, e eu também.

O corpinho do Lucas não conseguiria avançar no ganho de peso e no seu crescimento natural fora do ventre de mãe tão dedicada.

Você sabe o que vou dizer, o Lucas, pelo que sei, não viria ficar mais tempo com você no seu ventre. O tempo seria curto a ponto de nas primeiras semanas ocorrer um chamado aborto espontâneo, mas a bondade de Deus mudou esse curso, porque você jamais mereceria sentir-se com o coração impotente para trazer um filho à vida.

A sua dor psicológica seria muito mais prejudicial e aí é que das esferas maiores eles permitiram atender o seu desejo de ver a olho nu a carinha de seu filho.

Mãe, papai Luciano, Leo meu irmão, estamos no mesmo carro da experiência e aprendizados, mas sei que Jesus nos ouvirá e no futuro teremos presentes em casa.

Agora mãe é cuidar de seu coração. Curte o papai, juntos unidos com o Leo, e sabe que existe eu bem presente com vocês.

Aceitemos com humildade o que nos aconteceu, porque me vejo junto nessa provação.

Que bom você pode ver o Lucas na neo natal e marcar seu coração junto com o meu irmão, agora irmão da alma.

Uma coisa é certa, e estou com o Arthur, não há injustiça de Deus em nossa vida, e vou de galera agora…

Um dia nós vamos assistir ao filme total de nossas vidas…

É o seu filho, com forte beijo no papai Luciano e no meu irmão Leo, avante mãe!

FELIPE TESTA (12/01/2005, 14 anos)

Mensagem psicografada nas Faculdades Integradas Espírita, organizada pelo Centro Espírita Bom Samaritano, em Curitiba, no dia 25 de maio de 2014, pelo médium Orlando Noronha Carneiro.

Publicado em Psicografias