NÃO HÁ ERROS NAS LEIS DE DEUS (Augustinho Jacomelli)

Minha querida esposa, minha cunhada Arlete, que as bênçãos de Deus nos reconforte.

Não vim só, é o papai Anselmo que me ajudou a chegar aqui.

Com certeza ele não encontraria força suficiente para chegar até aqui.

É tudo muito novo, e ao mesmo tempo tanta a certeza de que acordei em outro canto vivo da vida.

Agora a tribulação já passou. Contornados os primeiros desafios e com o auxílio de meu pai Anselmo e os outros amigos novos de agora que me socorrem.

Tínhamos esperança de que o transplante ajudaria a remover os problemas, mas não foi o que aconteceu e acredito não podemos ir contra com o que uma lei superior dirige as nossas vidas.

Conto com a coragem e a força de vocês, de nossas fihas, a Karine, a Karla e a Karise.

Vamos nos unir para que nesse fim de ano saibamos amenizar a ausência, e agora mais do que nunca sei que não estamos longe, nada disso, e espero não se entreguem à tristeza tão grande.

Não sei ainda explicar o porquê de tudo que ocorreu, mas o papai tem me dito que não há erros nas leis de Deus, e que no momento certo saberei o porquê da hepatite, as dificuldades do tratamento, e essa vinda para cá.

Não poderei continuar mais, um certo cansaço natural vai me tomando conta.

O papai e os coordenadores me disseram que amanhã retornarei para uma notícia mais extensa.

Beije para mim nossas filhas, e que continuarei lhes amando para sempre.

O esposo e pai com vocês, e ficando bem a cada dia, sou eu, o sempre seu, Agostinho Jacomelli.

AUGUSTINHO JACOMELLI (17/10/2012, 60 anos)

Mensagem psicografada no Centro Espírita Recanto da Prece, em Curitiba, no dia 16 de dezembro de 2012, pelo médium Orlando Noronha Carneiro­

Publicado em Psicografias