Não Estamos sem Deus (Ana Claudia Caron)

Ana Claudia

Ana Claudia

Querido papai Paulo, mamãe, Deus nos auxilie com a coragem que precisamos.

Trago notícias do titio Lourival que agora está com a cabeça em dia.

Sei que fica a dor que parece acentuar-se com o caso do titio, mas não estamos sem Deus.

A avó Julia sempre me coloca essa frase quando eu fico meio que com os tinque-linques na cabeça pois ela diz assim: – Não estamos sem Deus.

Estou no grupo de amigos aqui que trabalham com os pais em Curitiba e região para que as nossas ocorrências promovam a sensibilidade pela paz.

Somos sensíveis à dor de vocês para que a justiça se faça e para que a hostilidade do crime seja banida do cenário social.

Pai, mãe, um dia pode crer, a gente vai matar essa dor toda aprisionada em nossos corações.

Peço à Ana Paula que conserve ao máximo a dose de paciência diária. Sei que não é tão fácil manter as expressões de paciência e serenidade, mas as estatísticas nos dizem que quando se consegue eleger a paciência sempre se faz e se decide o certo.

Quando puder mãe eu trago o tio Lourival para lhe falar, mas o tempo ainda não é agora.

Mãe, quando você acordar com a angústia no peito e o sol estiver lá fora pense assim que esse mesmo sol eu vejo, eu sinto me aquecer.

Desejo-lhe boas festas, com força no coração.

Pai, penso que minhas mãos quando podem acariciar seus cabelos para mim, cada um ano na tua idade o faz mais bonito.

A filha que não os esquece e que não está longe…

ANA CLAUDIA CARON (22/08/2007, 18 anos)

Mensagem psicografada nas Faculdades Integradas Espírita, organizada pelo Centro Espírita Bom Samaritano, em Curitiba, no dia 15 de dezembro de 2013, pelo médium Orlando Noronha Carneiro.

Publicado em Psicografias