NÃO DEIXE DE CONTINUAR VIVENDO (Manoel Nascimento de Souza)

Manoel Nascimento de Souza

Manoel Nascimento de Souza

Filha, estou aqui…

Minha filha Juliana, estou aqui com o vovô Gerônimo e a vovó Máxima, que me ajudam a escrever, pois me vejo como num sonho, mas não sei como tudo acontece…

Penso com a emoção e este amigo escreve comigo.

Estou preocupado com a mamãe Jovina, a sua entrega quase total ao desânimo, como se um buraco se abrisse em família…

Com a ajuda de outros amigos vim até esse local onde brilha a fraternidade e a luz de muita gente boa e com a ajuda deles venho dizer-lhes que vou encontrando comigo pouco a pouco auxiliado por tantas pessoas do bem.

Ah! O que é o fumo, o cigarro constante…

Minha filha, desse ter lhe ouvido, mas o que é a teimosia de um pai que acredita mais em suas decisões e pensar que nada lhe possa acontecer, mas a vida não se engana e aí aconteceu o que vocês estão informados, o infarto fulminante pelos descuidos de mim.

Peço desculpas a vocês todos por persistir nos meus descuidos, mas agora é olhar para a frente, é saber que nessa nova estrada temos que seguir.

Juliana, filha, estaremos no aguardo que você será para mim a portadora de um longo abraço a cada um de meus filhos, a Andreia, o Moisés, e a Adriana, com plena força de sua saudade que será a saudade minha sendo refletida por você.

Desculpe a emoção, estou fazendo forças para coordenar as ideias e o vovô Gerônimo me segura nos braços, mas vim até você e com você para pedir para a mamãe Jovina: “Não deixe de continuar vivendo”.

Quando for possível estarei indo com mais frequência em casa, mas não tenho essa total autorização, pois aqui me encontro com o apoio de amigos para poder falar algo.

A dor que veio e me levou à inconsciência pelo infarto me fez dormir, mas não sei o quanto tempo durou, e acordei com o auxílio dos vovôs.

Filha, vamos em frente, juntos, se qualquer desistência e desânimos.

Preciso parar, retornarei depois para dizer mais, mas agora preciso acompanhar os amigos, mas pede para a mamãe não chorar tanto assim em desespero querendo parar tudo.

Até uma nova oportunidade…

O pai e esposo com imensa saudade, e que seja o nosso lema sempre na união e carinho, e fazer o bem para todos os nossos que estiverem ao nosso lado, a começar com os vizinhos que são famílias que são famílias ao nosso lado e que sempre precisaremos uns dos outros.

Com carinho e atenção do papai e do esposo confiante na coragem da mamãe Jovina, Manoel.

MANOEL NASCIMENTO DE SOUZA

Página psicografada pelo Médium Orlando Noronha Carneiro em 21/07/2013, no Centro Espírita Bezerra de Menezes, Palhoça/SC

Posted in Psicografias

Psicografias

Prezados Amigos,

Com alegria informamos da psicografia, como sempre sobre as bênçãos de Jesus, na divulgação da Doutrina Espírita codificada por Allan Kardec à luz do Evangelho de Jesus.

Calendário atualizado em todos os locais. (aqui).

Senhas da Psicografia

Em geral, convidamos a todos que busquem, se for de sua vontade, uma Casa Espírita, orientada conforme os preceitos de Jesus e Kardec, e de fácil acesso, com o objetivo de conhecerem a Doutrina Espírita em seus estudos e cursos especializados.

Fraternalmente,
EQUIPE PORTAS DO AMOR