Eu não estou ausente em casa (Fabiano Fuchs Mancio)

FabianoQuerida maezinha Terezinha, querido papai Clovis, Jesus seja a nossa luz e proteção.

Quem me acompanha é a vovó Iraci, que nos abençoa e nos deseja paz e tranquilidade.

Inicio de cara beijando a minha irmã Paula e meu irmão Willian, que moram eternamente em meu coração.

Não desisto de você papai Clovis, entendo suas variações de sentimentos papai, mas acredite, eu não estou ausente em casa.

Mamãe, tudo está bem comigo. Aquele mal estar que nos tombou em nosso oásis na praia era o tempo exato que eu precisava estar em família, precisamos aceitar isso com toda a serenidade possível.

Compreendo as suas lutas mamãe Terezinha, mas não pense jamais em dor sozinha, pois não existem paredes entre nós.

Já pude por várias oportunidades visitar nossa casa, e vejo você mãe andando cambaleante, quase que pedindo cama, e imagino o seu esforço para não deixar a peteca cair lá em casa, pois meus irmãos precisam de você em pé.

Aos poucos mãe, a gente vai melhorando a tristeza porque a depressão é um limitador em nossa constância.

Vocês já pensaram, principalmente você e papai Clovis, quantas alegrias vocês souberam me dar?

Sou o filho realizado, e isso é um tesouro que trago aqui no meu coração.

Não chore mais no canto da sala me pedindo que surja em nome de sua saudade e sua dor, mãe, que penso só Jesus pode compreender a extensão da dor de uma mãe.

Votos de festas plenas, de alegria e de amor em família.

Estava aí lhe acompanhando nesse jardim dessa casa que nos recebe, e pensei em ver não só uma mãe, mas uma criança espiritual.

Beijos ao papai Clovis…

Com todo o meu carinho, Fabiano.

FABIANO FUCHS MANCIO (16/11/2009, 33 anos)

Mensagem psicografada na Associação Beneficente Espírita Caminheiros do Bem, em Curitiba, no dia 14 de dezembro de 2014, pelo médium Orlando Noronha Carneiro.

 

Publicado em Psicografias