Está Tudo em Ordem Comigo (Juliano Cavalheiro)

Mãezinha, minha mãe… Papai Nilson…. Jesus nos ajude a tudo compreender…

O Carlos Eduardo[1] está ao meu lado e beija sua mãe Zenaide, e terá a sua oportunidade de lhe escrever.

Eu e o Carlos Eduardo vínhamos bem. É certo, eu sentia os pés darem uma acelerada, foi quando senti uma tontura e um mal-estar e que não consegui controlar o carro que conduzia.

Não pensem em bebedeira, isso não é real, e o papai sabe o quando podia confiar em mim no volante, ele que tantas instruções me deu para dirigir com segurança.

Mãe, eu esclareço que os sentimentos de algum mal-estar dias antes levei na conta de algo passageiro, e por isso não fui ao médico, mas não queria lhes preocupar. Caso voltasse o mal-estar eu iria buscar um médico, mas justamente aconteceu em hora indevida.

Como me dizia o pai, não podemos confiar em exagero em nossa capacidade quando no volante.

Está ficando cada dia melhor para mim, mas o que aperta é a saudade da Julia e da Viviane.

Estou tranquilo porque a Viviane sempre será a mãe que não faltará com compreensão dos avós, que identificam na minha filha Julia um pouco de mim.

Abraços calorosos ao meu irmão Adriano.

Mãe, está tudo em ordem comigo.

Zenaide, força, logo o Carlos Eduardo vem, e ele está bem.

Pai, obrigado por tudo que você me fez.

O filho com esperanças, Juliano.

JULIANO CAVALHEIRO (05/10/2013, 28 anos)

Mensagem psicografada no Centro Espírita Bezerra de Menezes, em Palhoça-SC, no dia 23 de fevereiro de 2014, pelo médium Orlando Noronha Carneiro.


[1] Carlos Eduardo de Andrade, 24 anos, era passageiro no mesmo carro no momento do acidente.

Publicado em Psicografias