A Vida é um Correio Cheio de Mensagens (Jorge Luis Rosa)

10 - Jorge Luis Rosa - Agosto 2016Minha esposa Teresinha, na real também me sinto surpreso com a realidade que agora a vida nos chama.

A verdade é que cheguei na seguinte conclusão: quem está preparado para o fechar dos olhos?

Não preciso nem responder aqui. Comigo não foi diferente porque a vida é assim cheia de surpresas como alguém que receba uma carta sem que a esperasse.

A vida, eu acho, é um correio cheio de mensagens, que a gente vai abrindo a carta, e lendo, vamos nos surpreendendo.

Eu estava seguindo na minha rota normal do dia com a moto, naquela tensão para o trânsito, o que está na frente, no lado, e o que vem atrás.

Senti um toque forte na moto, que hoje sei ter sido outra moto, e que desiquilibrou-me sem que eu conseguisse me manter em perfeito equilíbrio, e tudo foi tão rápido que com o impacto a moto que eu dirigia veio com seu peso até mim gerando traumas.

Sabendo depois ser importante, e que estou informado, os médicos interviram com o melhor para reverter o quadro grave e que eu não consegui me manter por mais tempo, mesmo lutando aqueles dias para sair do trauma ocorrido.

Desculpe se lembro esses fatos, mas também lembrei do porquê, e aos poucos vou tentando compreender que o outro a pilotar a outra moto não teve qualquer intenção de produzir o acidente e foi aquele acidente que só conseguiremos luz ao pensar que tem um ser bem maior que controla a nossa vida.

O meu pai Arlino está me apoiando e me ensinando a ter uma melhor compreensão do caso.

Peço a sua aceitação, como tenho aceitado que tudo tem um sentido para o ocorrido.

Não pensemos em qualquer negligência, mas uma ocorrência do corre-corre do dia. Dizem os amigos que me ajudaram aqui, que lá na frente nós iremos compreender essa prova.

Peço que você esteja sempre no apoio com a Rafaela, nossa filha, a quem estará em meus pensamentos eternamente.

Seguirei com você, ao seu lado, pensando não em mim, mas na sua felicidade, na continuidade de sua felicidade.

Penso em você e no seu futuro, e conte comigo sempre, no que possa ser feliz.

Seu sempre, com votos de muita felicidade, Jorge.

JORGE LUIS ROSA (10/09/2015, 51 anos)

Mensagem psicografada na Associação Beneficente Espírita Caminheiros do Bem, em Curitiba, no dia 21 de agosto de 2016, pelo médium Orlando Noronha Carneiro

Publicado em Destaques, Psicografias