3ª Psicografia do Eduardo Pires Fernandes

Eduardo Pires Fernandes

Eduardo Pires Fernandes

Querido Papai Luiz

Mamãe!

Fernanda!

Que as bençãos de Deus nos envolva nesta manhã…

Retorno com a alegria de vê-los fortes e firmes na luta constante de estarem bem…

Sinto um grande conforto ao vê-los lutando a cada dia para não caírem no desânimo e na tristeza…

Não estou de forma alguma ausente de seus corações, porque a família prossegue em nossos corações…

Para mim a vida é nova, com constantes possibilidades de crescer e trabalhar… Quem pense que aqui não se “Bate o Cartão” e tem que acordar cedo está muito enganado…

Tudo  prossegue, o  que  aconteceu que acordei em outro cenário…
As lutas seguem,  pois  morrer  é  apenas  nascer em outro plano  da  vida,  sem  perder  qualquer vínculo com quem amamos…

Aqui mamãe e papai as belezas são muitas e olha que estou informado que existem outras belezas em planos maiores…

Então fico a imaginar o quanto deve ser belo mesmo, pois já fico extasiado com a natureza do lado de cá…

A leveza que me vejo me traz uma paz sem definição…

E tento passar a vocês o que sinto quando me vejo ao lado de vocês em casa, junto com o Fabrício…

Não esqueci de você Fernanda jamais, e recebo com muita alegria o amor e as lembranças que você deposita em mim…

Entendo os seus dias de dor, que fere bastante e faço o que me é possível para ajudá-la a resistir estes momentos não legais…

Gostaria de lhe dizer que no amanhã poderemos concretizar aquilo que hoje e agora a vida não nos permitiu. Eu também sinto estes lances, mas não deixo o desânimo chegar…

Porque sei que a vida é uma linha do tempo em que as ausências de agora serão beneficiadas pelo reencontro de amanhã…

Papai, ouço com ternura seus pensamentos que me chegam e saiba sinto um bem grande, como é bom chegar em casa e abraçar a você mamãe sentindo as suas conquistas interiores…

Fernanda, serei acima de tudo o amigo espiritual de agora e compreendo as trilhas que seu coração deverá passar, visando a sua evolução graças a Deus, não me vejo na condição de qualquer egoísmo para retê-la, mas sei que o amor não deve viver de circunstâncias, mas ele basta em si, ao existir em nosso íntimo com a força da sinceridade que nos une no laço de verdadeiros anseios…

E sei que você será sempre amparada e recebida com o extremo do carinho de meus pais…

Não se sinta como houvesse um rompimento final entre nós, mas que a sabedoria de Deus apenas está nos ensinando com a ausência a nos amar muito mais…

Papai e mamãe, com o Fabrício, durmam comigo no peito, olhando para frente, pois é lá no ponto a frente da linha do tempo que iremos nos reencontrar para nunca mais nos apartarmos.

Eu amo vocês, nunca esqueçam disso…

O Filho sempre com vocês Eduardo, Eduardo Pires Fernandes.

 Desencarne: 25/01/2012 – Vítima de Homicídio

Carta Psicografada em 09/03/2013 – Médium: Orlando Carneiro

Local: Pronto Socorro Espiritual Pais e Filhos – Osasco – SP

Publicado em Psicografias